Início Post 1567-cap-09-capitulo-09

1567-cap-09-capitulo-09

Capítulo 9
Citrina não conseguia entender. A infância de Desian não foi totalmente explicada no livro, mas ela sabe que ele viveu sua vida escondido com a maquinação do duque e do mago, Tuloji, em perfeita coordenação.
Ele sempre viveu sua vida como uma prisão, o que ele está fazendo vagando lá fora? Ele estar aqui é bastante inesperado.
Desian cumprimentou enquanto se aproximava lentamente, “Citrina”.
“O que você está fazendo no jardim? …” Ela olhou para cima, sua voz gradualmente diminuindo.
Enquanto ela se sentava em uma cadeira e ele se levantava, havia uma clara diferença entre os dois.
“Porque eu estava curioso.”
Os olhos de Desian estavam nela. Recebendo um olhar tão direto, ela não pôde evitar morder os lábios.
Ela não fez nada, mas por que parece que isso está se desviando do original. Isso é bom ou não?
As estranhas palavras do vilão do romance a deixaram arrepiada.
‘Eu deveria perguntar sobre o que ele estava pensando. Fazer essa pergunta produziria bons resultados? ‘
Ela não sabia o que aconteceria; ela só podia contar suas chances e apostar.
“Sobre o que você está curioso?” Depois que Citrina abriu os lábios para fazer uma pergunta, o olhar de Desian moveu-se lentamente em sua direção.
Ter os olhos dele em seus lábios a deixava nervosa. Ela hidratou / molhou os lábios com a língua.
Seu rosto estava apático e frio, ela realmente não esperava uma resposta. Tudo ainda era muito cedo para esperar muito, mas ela não conseguia mover o olhar.
“Eu me pergunto por que não está escuro, Citrina.”
“Esse é o tipo de resposta que mais gostaria de ouvir.”
A resposta foi melhor do que ela esperava. Esta era uma criança curiosa que estava sempre trancada. Uma isca perfeita para desenvolver / fortalecer seu relacionamento.
Ela não sabe a que esse desenvolvimento levaria, mas é importante abrir seu coração para um mundo mais brilhante e melhor. Citrina queria que a luz se infiltrasse em sua vida, para que sua vida não escurecesse. (Evitando que ele se transforme no mal)
“Desian, há muitas coisas bonitas no mundo e vou fazer você vê-las.”
Este foi um sinal de esperança. Ela queria ter sucesso sem morrer.
Encarando o olhar dela, ele respondeu: “Tudo bem, Citrina.”
Ela parou por um momento. Quando ele respondeu, ela viu uma expressão estranha que tomou conta de seu rosto.
Vai ficar tudo bem?
Ela fez um monte de perguntas para controlar os pensamentos desenfreados em sua mente, mas nenhuma vez ele respondeu. Era porque ele queria que ela vivesse para dar suas próprias respostas às suas próprias perguntas.
“Nos encontraremos com frequência no futuro.”
“Futuro, não é?”
“Sim.”
“Ok. Bom trabalho.”
‘Quantas vezes nos encontraremos? Com a maneira como você sai furtivamente do porão assim? Não se sabe para qual direção a curiosidade de Desian irá.
Enquanto ela revirava os olhos por dentro, Desian estava olhando para ela. Foi a primeira vez que ouviu as palavras ‘bom trabalho’.
Ele disse: “Você também, Citrina, bom trabalho”.
“Sim.” Citrina respondeu positivamente, formando uma covinha no canto da boca.
Sua visão que estava olhando para ela lentamente escorregou, como se não soubesse o que responder.
Citrina, que estava olhando para ele, olhou em volta. O sol estava se pondo e o tempo estava ficando mais frio. Ela podia ver que o jardim foi feito de forma que tudo que acontecia lá dentro pudesse ser visto de fora, e ela pode ver duas pessoas paradas no corredor.
“Desian.”
“Sim.”
Ela reflexivamente se levantou e agarrou o braço de Desian, então escondeu seus corpos atrás da árvore. Mas seria apenas uma questão de tempo antes que eles fossem pegos.
“Tem um homem ali.” Ela sussurrou em voz baixa.
Não é qualquer pessoa; é um homem com rosto enrugado e orelhas pontudas. Provavelmente é o mago, Tuloji, e um velho ao lado dele que parecia ser um criado.
Havia duas pessoas conversando em um corredor vazio.
Ela se sentiu desconfortável. Ela não acha que Desian percebeu que havia pessoas por perto.
Estranho.
Ela lentamente afrouxou sua mão sobre ele e olhou para ele. Ela esperou que ele falasse.
“Citrina.” Desian riu.
“Vou ler um livro, já volto.”
“… um livro?”
“Sim”, ele respondeu e se despediu como se fosse cumprir sua rotina diária. Ele se virou para a porta e Citrina observou suas costas se retirando.
Algo estava mudando. Algo que ela não sabe.
***
Desian foi para o porão antes que Tuloji pudesse. Aquele que o ensinou como se esconder e se tornar uma sombra.
Tuloji o visitou depois de muito tempo. Esta foi a primeira vez após o evento da chuva de meteoros. Havia um sorriso estranho em seu rosto sempre que se encontrava com Desian, mas ele nunca parecia tão feliz assim.
Quando ele viu seu rosto feliz, uma sensação inesperada e incômoda fluiu por ele. Foi uma sensação diferente ao conhecer Citrina.
“Desian, já faz muito tempo.”
“…”
Ele não respondeu. Às vezes, quando Tuloji estava de bom humor, ele ensinava algo a Desian à força. Esse algo seria considerado bruxaria ou magia negra.
Por outro lado, quando estava com um humor diferente, olhava para Desian e murmurava algo em voz baixa ou o obrigava a engolir uma pílula desconhecida.
Naquela época, Desian sentiria uma dor intensa nos pulmões, como se alguém estivesse cavando. Ele se sentia estranho e distraído ou, às vezes, uma grande quantidade de mana fluía.
E que tipo de olhar Tuloji olharia para ele?
Felicidade.
Sim, foi de alegria. Recordando aquele tipo de rosto dele, o rosto de Desian estava pétreo e frio.
“Você não responde. Oh céus.”
O mago não era o escravo do duque, no entanto, foi ele quem fez a pulseira no pulso de Desian, uma pulseira com magia que impede a habilidade de Desian.
“Tudo certo. Vamos verificar a pulseira, já que faz muito tempo. ”
Ele era dedicado ao seu trabalho em dispersar o mana contido de Desian. Ao contrário de Aron, que tinha uma quantidade menor de mana e era estável, seu gêmeo tem uma quantidade quase ilimitada de mana. Foi uma das razões pelas quais o duque teve medo de seu segundo filho e o trancou.
“Mas … é um pouco estranho.”
Os olhos do mago tentavam discernir a restrição no braço de Desian. Seus olhos se estreitaram e foram ficando cada vez mais desagradáveis.
O criado perguntou apressado ao ver o olhar impaciente no rosto do mago.
“O que há de errado? Podemos fazer um novo limitador? ”
“Não. Não … Não há mais necessidade de um limitador de mana. ”
As ações de Tuloji tornaram-se estranhas. Um brilho insidioso estava em seus olhos, claramente descontente. Seus olhos estavam brilhando.
“Então, não vai sair do controle?”
Ao contrário do mago, o rosto do criado estava cheio de surpresa. Esta é uma ocorrência inesperada.
“Só vai demorar um pouco.”
Desian apenas os observou falar sobre ele. Mesmo que eles estivessem no mesmo espaço, Desian ainda estava perfeitamente bem, seu rosto expressando um tédio sem fim.
Olhando para sua figura, Tuloji se lembrou do passado. Ele sentia que Desian Pietro era um ganso dourado enviado do céu. Sua infinita quantidade de mana o mantinha vivo, por isso ele abandonou todas as suas dúvidas na vida. Talvez, um dia, Desian se torne sua máquina assassina mais fascinante.
Será o último. Com apenas este assunto de teste ele encontrou!
‘Todas as emoções foram removidas; será meu assassino mais perfeito. A criação mais incrível que já fiz. ‘
Há quantos anos ele tem ensinado magia negra a essa cobaia e cultivado Desian em sua própria arma do crime, evitando os olhos do duque?
Por fim, a ponta de seu objetivo era visível.
Os olhos de Tuloji estavam brilhando.
“Hah. Por que esse tipo de catástrofe nasceu na casa de Pietro. ”
A voz rouca de Tuloji ressoou.
A confiança do mordomo no mago era tão grande que ele acreditou em suas palavras, ‘os irmãos gêmeos estão amaldiçoados’.
“Você disse catástrofe?”
“Haverá um problema …”
“Desian foi a melhor criação que já fiz. Esta é a melhor revolução. ”
Tuloji estava cuspindo com as veias saltando, sua voz apaixonada ecoando dentro do porão.
Ele fez um longo discurso sobre o mana, seu fluxo de magia e a restrição em seu pulso.
“Hoho. Em breve será a arma perfeita do crime, sem emoções. ”
Para Desian, a última frase de Tuloji estava apenas passando por seus ouvidos. Tuloji não era um deus.
“Ah? Não foi por cumprir o comando do duque? Do que você está falando….”
O criado ficou abismado. Não era esse o resultado que esperava.
Desian estava ouvindo a conversa, pensou brevemente. Um assassino perfeito. Por que diabos ele daria a ele esse dever?
Tudo isso o estava deixando entediado. Um pensamento passou por sua mente. Foi suave. Ele a conheceu mais cedo e sentiu um momento de conforto.
O que é que foi isso?
Foi algo que o deixou curioso. Então ele decidiu voltar para ela. Ele disse a ela que só vai ler um livro.
Então ele tem que voltar.
*****