Início Post 1646-cap-32-capitulo-32

1646-cap-32-capitulo-32

Capítulo 31: Arrependimento
Wei Chu se aproximou de Su Le e se abaixou para perguntar preocupado: “Você está bem?”
“Humph”, Su Le respirou fundo e olhou com lágrimas para Wei Chu. Ela chorou, mas apenas porque doía e seus olhos lacrimejaram automaticamente: “Chefe Wei Chu, da próxima vez, se houver outra pessoa perigosa chegando, avise-me para que eu possa fazer um desvio.”
O coração de Wei Chu doeu ao ver Su Le franzir a cabeça de dor. Ele estendeu a mão e massageou suavemente a parte de trás de sua cabeça e disse: “Vou levá-la para ver o médico.”
“Não há necessidade, é apenas uma questão pequena”, disse Su Le enquanto se levantava. Ela ainda estava se sentindo um pouco tonta. A mulher, que estava a cerca de 3 passos de distância, já havia levantado a mão para dar um tapa no homem, mas o homem segurou sua mão.
“Chen Kai, ao longo desses anos, quantos benefícios a minha família Liu lhe deu, você deve ter um pouco de consciência”, acusou Liu Fen enquanto enxugava as lágrimas, “Nosso filho está quase se formando na universidade, mas você, ainda está mencionando, o quê, Niu Niu. Você é atualmente meu marido, você entende isso!”
Su Le olhou para Wei Chu com simpatia. Felizmente, não havia muitos funcionários neste andar, caso contrário, quem sabe quantas pessoas se aglomerariam para assistir ao espetáculo. Na época atual, embora o gênero dramático da família não fosse muito popular, ainda havia muitos que gostavam de assistir a um show acontecendo na frente deles.
“Liu Fen, você pode parar de ser tão irracional. Eu e Su Ruan Xiu já estamos divorciados há muitos anos e, nesses anos, nem mesmo voltei para dar uma olhada nelas ou mesmo mandar dinheiro para elas. Então, com o que você ainda está insatisfeita? E o que depender da sua família Liu, quando nos casamos, quão grande era a sua fábrica? Agora que a família Liu tem tanto sucesso, de quem é esse mérito? Você pode parar de fazer barulho por um único dia?!” Qualquer homem que perdesse prestígio definitivamente perderia a calma, “Você continua mencionando Su Ruan Xiu indefinidamente, mas além de ter um pouco mais de dinheiro do que ela, onde mais você é melhor do que ela?!”
“Certo, eu não posso ser comparada a ela, mas você ainda não abandonou ela e sua filha para ficar comigo?” Liu Fen riu com raiva. “Você acha que é alguém ótimo? Se eu sou alguém que não quer rosto*, então você, Chen Kai, é apenas um animal vestindo roupas humanas.”
[N/T: *Rosto ou Sem Rosto em chinês significa que uma pessoa fez uma coisa muito vergonhosa. Então Liu Fen quis dizer que ela é alguém sem vergonha ou sem moral, aqui acho que os dois sentidos se adaptam a ela.]
Su Le os ouviu discutir quando algo em sua mente clicou. Ela nem percebeu que alguém estava massageando sua nuca, onde ela estava ferida. Chen Kai. Su Ruan Xiu. Se esses nomes fossem mencionados separadamente, ela pensaria que era tudo uma coincidência, mas colocando esses dois nomes juntos, bem como mencionando sobre o divórcio e uma filha, então agora Su Le entendeu que a cena melodramática do drama familiar diante dela que era como um programa de TV não estava apenas relacionado com ela. Ela não era mais uma espectadora, mas uma das partes envolvidas.
Raiva? Não que ela não estivesse com raiva, é só que ela não estava com tanta raiva quanto pensava que sentiria. Ela olhou para o homem que abandonou sua esposa e filha, o homem que abandonou sua mãe, o que então as fez passar os dias com tantas adversidades. Então ela se lembrou de sua mãe que agora está vivendo seus dias vagarosamente, Su Le de repente pensou zombeteiramente por que esse homem deve aparecer de repente agora? Para que uso?
Para usar seu rosto abatido e deprimido para destacar o quão confortável é a vida de sua mãe?
“Cale a boca!” Chen Kai estava muito zangado. Agora que tal assunto foi anunciado abertamente, ele deixou absolutamente nenhum rosto.
“Por que eu deveria? Vou apenas dizer de novo, ela, Su Ruan Xiu é uma mulher inútil, uma vagabunda. Mesmo quando ela teve um filho, essa criança é apenas uma filha e não um filho!”
‘Pak!’ O som da bofetada foi alto e nítido. Todo o andar poderia ouvi-lo antes que tudo ficasse em silêncio. Não houve mais gritos da mulher ou qualquer rosnado do homem.
O culpado não foi Chen Kai, mas Su Le, que ficou ao lado desde o início.
Su Le olhou sem expressão para a mulher à sua frente, cuja maquiagem estava arruinada pelas lágrimas, e ela disse friamente: “Quando você estava junto com esse homem que não tem senso de responsabilidade, minha mãe não a amaldiçoou. Isso é por causa da graça de minha mãe e também porque esse tipo de homem é o tipo que minha mãe não gostava. E quando você se casou e não pagou minha pensão alimentícia, minha mãe não reclamou porque era capaz de me criar. Vocês dois podem ser tão desavergonhados e minha mãe ainda vai te ignorar, então que cara* você tem para amaldiçoar minha mãe hoje? É por que você nem mesmo tem o senso de honra de uma mulher que pode ser tão vulgar?”
[N/T*Cara: Novamente sendo utilizada aqui, não vou adaptar para o português porque são expressões chinesas e vocês provavelmente irão ver isso em outras novels, nessa frase é só seguir a linha de raciocínio para entender o sentido, então em uma tradução direta ficaria algo como: “que moral você tem para amaldiçoar minha mãe hoje?”)
Por causa das ações repentinas de Su Le, a mulher ficou atordoada e não conseguiu reagir. Em vez disso, ela apenas cobriu rigidamente a bochecha com a mão. Com a maquiagem toda borrada, a aparência da mulher era extremamente horrível de se olhar.
“Você é… Niu Niu?” A última gota de autoestima parecia ter evaporado de Chen Kai. A maneira como ele olhou para Su Le foi como se ele tivesse sido atingido por um raio. Em poucos segundos, ele parecia ter envelhecido dez anos de repente.
Su Le se virou para olhar para Chen Kai. Sua expressão era fria. Era diferente daquelas protagonistas de dramas que olham para o pai biológico com ressentimento porque a mãe foi abandonada. Isso porque Su Le não conseguia se lembrar desse homem. A mãe de Su Le era uma mulher inteligente, ela não dizia constantemente à filha que ela fora abandonada pelo pai de Su Le e nem disse a Su Le que se ela o conhecesse, ela deveria fazer isso e aquilo. Tudo o que a mãe de Su Le ensinou a Su Le foi como ela deveria viver ainda melhor.
Para um homem, isso era uma retribuição. Por dinheiro, ele abandonou sua esposa. Mas agora, ele estava vivendo uma vida sem qualquer respeito próprio e havia também uma mulher ao seu lado que frequentemente ultrapassa os limites. Já que ele estava assim agora, o que mais Su Le quer? Agora, este homem não era diferente de um estranho para ela.
“Su Le?” Wei Chu nunca pensou que o assunto se tornaria tão dramático. Mas olhando para Su Le, que estava calada no momento, Wei Chu sentiu seu coração doer ao se lembrar da usual Su Le, que era eficiente e racional, assim como a protagonista feminina em todos os seus romances, todos com personalidade decidida. É uma pena que nesse assunto de família ele não tenha nenhum status para se envolver.
“Você é filha de Su Ruan Xiu?!” Liu Fen finalmente reagiu enquanto olhava para Su Le com ódio nos olhos. Ao se lembrar que acabara de levar um tapa de Su Le, ela perdeu a razão e foi dar um tapa em Su Le de volta.
Mas antes que o tapa acertasse, Su Le já havia entrado em um abraço caloroso enquanto Chen Kai empurrava Liu Fen para longe. Liu Fen caiu no chão.
“Você terminou de causar uma cena!” Chen Kai olhou para Liu Fen, que ainda estava no chão, “Se você continuar fazendo uma cena, então vamos nos divorciar!”
“Você quer se divorciar de mim…” Liu Fen olhou para Chen Kai como um balão vazio, “Você está dizendo que quer o divórcio?”
Chen Kai se virou para olhar para Su Le, que ainda estava nos braços de proteção de Wei Chu e permaneceu em silêncio.
Antes, quando Liu Fen ergueu o braço para lhe dar um tapa, ela não havia recuperado os sentidos. Su Le nunca pensou que em vez de levar um tapa, ela acabaria sendo segurada contra um peito largo e quente. O cheiro limpo emitido tinha um toque de limão. Por algum motivo, era inexplicavelmente confortável.
Chen Xu também nunca pensou que a situação chegaria a esse estágio. Ele olhou para Wei Chu, depois para Liu Fen, e decidiu ligar para o departamento de segurança.
“Niu Niu”, Chen Kai nunca imaginou que sua filha estaria na frente dele, então, por um momento, ele não soube o que dizer. Em vez disso, ele apenas perguntou: “Você viveu bem todos esses anos?” Pensando no comportamento de Su Le no início e que ela é a representante de BaiSheng para a colaboração com JinChu, bem como a proteção que Wei Chu deu a ela, Chen Kai gradualmente entendeu em seu coração que essa filha tinha um futuro muito bom pela frente.
“Isso não tem nada a ver com você”, Su Le disse indiferente, “Sr. Chen, em relação à minha educação, você nunca assumiu qualquer responsabilidade, então você é apenas meu pai biologicamente. Mesmo se você for meu pai por lei, não sou obrigada a chamá-lo de ‘pai’. Além disso, a partir de hoje, você e sua esposa parem de usar essa linguagem para insultar minha mãe, caso contrário, vou processá-lo por calúnia. Acredito que, se formos ao tribunal, não perderei o processo”.
Depois, Su Le se virou para Wei Chu: “Ajude-me a preencher um cheque de 100 mil para o Sr. Chen.” Então ela se voltou para Chen Kai: “Desde o dia em que nasci, você estava sempre trabalhando e se divorciou de minha mãe logo depois. Durante esse tempo, você mandou para casa 1000 Yuan. Vou tratar isso como meu dinheiro do leite. Os preços daqueles dias são diferentes dos atuais, então agora estou lhe dando 100 mil, não acho que você tenha perdido com isso e acredito que mais alguém concordaria também.”
Wei Chu acenou com a cabeça para Chen Xu e Chen Xu prontamente preencheu um cheque e o passou para Su Le. Su Le então colocou o cheque nas mãos de Chen Kai e disse: “Agora não devemos mais nada um ao outro”.
Chen Kai olhou para o valor do cheque. Seu rosto ficou vermelho, mas ele permaneceu em silêncio, pois não podia refutar.
Wei Chu segurou os ombros de Su Le e disse com firmeza: “CEO Chen, nós da JinChu não colaboraremos com um CEO como você. Encontre outra pessoa.”
Su Le não olhou mais para Chen Kai e voltou ao escritório de Wei Chu. Quando Wei Chu viu isso, ele também a seguiu e deixou Chen Xu para lidar com o resto da situação.
Pensando em Su Le e sua mãe, que tiveram que viver sozinhas e sofrer todos os tipos de dificuldades no passado, Chen Xu olhou para Chen Kai sem expressão e disse: “CEO Chen, você e sua esposa deveriam ir embora. Com um pai como você, você realmente nos faz, a geração mais jovem, suspirar de espanto.”
Chen Kai ficou mais uma vez envergonhado, mas não pôde fazer nada a respeito. Ele olhou para as portas do escritório do CEO, que estavam bem fechadas, e disse miseravelmente: “Eu os decepcionei”. Depois de falar, ele queria devolver o cheque de 100 mil a Chen Xu.
Chen Xu rejeitou e disse: “Se o CEO Chen não quiser o cheque, você pode simplesmente jogá-lo no lixo. Embora a Srta. Su não seja rica, ela ainda pode pagar 100 mil. Mesmo que a Srta. Su não o tenha, esse valor não é muito aos olhos de nosso CEO, então não vamos retirá-lo depois de distribuí-lo.”
Normalmente, quanto mais refinado alguém for, maior será o poder de ataque de suas palavras e Chen Xu foi um exemplo disso. Enquanto observava o rosto de Chen Kai passar de vermelho para branco, de branco para vermelho, tudo o que Chen Xu fez foi empurrar os óculos para cima.
Chen Kai abaixou a cabeça tristemente e se virou para caminhar em direção aos elevadores. Olhando para sua figura por trás, ele parecia solitário e impotente.
Chen Xu baixou os olhos e sorriu friamente. Ele se perguntou se as coisas iam acabar assim, Chen Kai ainda teria tomado a decisão errada.
Um momento depois, Liu Fen estava chorando enquanto era escoltada pelos seguranças. Chen Xu olhou para o escritório do CEO e pensou por um momento antes de decidir não entrar na sala.
Se o chefe pudesse se aproximar um pouco mais de Su Le por causa desse assunto, seria ótimo.
Mas por ter um pai assim, a infância de Su Le só pode ser descrita como infeliz.