Início Post 1670-cap-5-capitulo-5

1670-cap-5-capitulo-5

Tradução Esp: Novelas-Fxxk It
Tradução Pt-br: Sweet Time Scan

Tradutora: Fuyu

Revisora: Brownie

Capítulo 5:

“O senhor proprietário me disse que minha casa tem boa
sorte. Todos os proprietários da casa saíram e tiveram
sucesso.”

“O proprietário disse isso?”

“Sim! E me deu muitos bons conselhos.”

“…”

“Mas sabe, me surpreendeu muito quando o vizinho com
quem me encontrei agora pouco de repente começou a falar
de fantasmas.”

Não me diga que ela alugou a casa sem saber…

Bom, ela tem uma irmã mais nova; não há razão para que ela
ocupe uma casa com um rumor tão caótico.

Além disso, o que é isso de ‘uma casa com boa sorte?’ Ou de
que ‘todos os proprietários da casa vão embora com sucesso?’
Se irá mentir, ao menos conheça o limite. Esse senhorio, de
verdade. Mas se ele disse tudo isso e alugou a casa, então não
há forma de que o preço da casa tenha abaixado. Isso era
obviamente o velho proprietário “extorquindo” a heroína.

Sem saber disso, Anne-Marie deu um sorriso tão radiante quanto
o céu claro acima.

“Agora percebo que deve haver algum tipo de mal-
entendido. Acho que o vizinho também estava preocupado

 

por mim e por isso me disse isso. Quando eu voltar a vê-lo,
é melhor que o faça saber que está equivocado.”

A heroína ficará bem assim?

Claro, não havia nenhum fantasma naquela casa, então pode
viver bem. Mas, fora isso, não pude deixar de me perguntar se
ela poderia sobreviver neste mundo cruel quando foi enganada
tão facilmente dessa maneira.

Ah, claro. Havia um cara que aceitava que a protagonista fosse
assim e como se provasse que as coisas só existiam para a
protagonista, no final do romance, ela encontraria sua avó
materna rica, obteria sua herança e seu destino floresceria
brilhante novamente.

Então, suponho que não importa.

“Fico feliz por saber que pessoas tão agradáveis moram em
meu bairro. Estarei sob seus cuidados de agora em diante.”

Enquanto minha mente divagava em pensamentos, curvei meus
lábios como a mulher alegre que estava na minha frente e lhe
dei um leve sorriso.

“Sim… Digo o mesmo.”

***

“Hmmm, eu deveria me mudar para outro lugar…”

Nessa noite, pensei seriamente nisso enquanto via o pôr-do-sol
pela janela. No começo, não ia me preocupar por isso, mas
quanto mais pensava em meu encontro com a heroína, mais
desconfortável eu me sentia, embora não soubesse o porquê.

 

Pelas minhas experiências até agora, não era prudente ignorar
tais sentimentos intuitivos…

“Mph!”

Nesse momento, um som veio de baixo dos meus pés, me
interrompendo, mas o ignorei. A imagem da mulher que havia
estado na porta da minha casa permaneceu diante dos meus
olhos. Agora que penso nisso, pensei em Coco pela primeira vez
em muito tempo. Já havia passado muito tempo desde que as
lembranças da minha vida passada fizeram eu me sentir tão
sentimental.

Desde que perdi minhas emoções no instituto, até mesmo coisas
como o apego ou saudade haviam diminuído. Meu atual
sentimento era parecido ao que tive quando conheci a Lakis
Avalon, e lembrei do meu personagem favorito que havia
morrido.

Talvez por isso, inesperadamente, gostei um pouco da heroína,
mas…

“Mph! Mmmphh…!”

“Senhor, fique um pouco quieto. Eu não consigo pensar.”

Estava absorta em um leve sentimentalismo, mas fui arrastada
de volta à realidade. Parecia que a pessoa embaixo de mim
agora estava completamente consciente porque os ruídos que
escutava em meus ouvidos haviam se tornado mais intensos.

Olhei para baixo, dando uma olhada na pessoa em que eu
estava sentada.

O homem, que estava suspenso no ar, enrolado em um casulo
de fios brancos, se contorcia de medo. Isso me irritou, então eu
continuei sentada nas costas do homem com minhas pernas

 

cruzadas e movi os fios que prendiam seu corpo ao teto. Quando
seu corpo suspenso começou a balançar para frente e para trás,
o homem fez “hiiik” e o som dele respirando fundo ecoou na
sala deserta.

“Você tem uma casa bonita, senhor. O teto é alto, a
insonorização é boa também.”

“Mmp…”

“Quanto custa uma casa como essa? Deve custar umas
5000 moedas de ouro no mínimo, não?”

O homem que havia parado de lutar em algum momento, deixou
escapar um frágil gemido. Este lugar era usado tanto como
mansão como capela, e a distância do teto ao chão era de cerca
de 10 metros. Portanto, a menos que o homem tivesse muito
azar, ele não morreria mesmo se caísse, mas estava fazendo
muito barulho. Talvez ele tivesse medo de altura?

[Fuyu: se não tinha, agora tem…]

“Vê? Se você simplesmente tivesse me ouvido antes, não
haveria razão para estar assim agora.”

Bem, não era da minha conta, então balancei para frente e para
trás sobre o corpo suspenso do homem no ar e apreciei a
paisagem do pôr-do-sol brilhante além da janela.

À primeira vista, parecia uma cena muito calma e de lazer, mas
a situação abaixo não era a mesma. As pessoas que tentaram
proteger o homem de mim estavam amontoadas inconscientes
no chão ensanguentado.

Mas, por favor, não me entenda mal.

Seja o que for, eu estava no meio de um trabalho agora. Eu não
tinha o hobby de praticar esportes com pessoas não envolvidas.

 

Meu propósito hoje era obter algum tipo de informação desse
homem, mas…

“Ah, isso se tornou algo um pouco irritante.”

Na realidade, aceitei esse pedido porque oferecia muito
dinheiro, mas esse tipo de pedido era um pouco irritante.

Pop.

Comecei a reduzir lentamente o número de fios grudados no
teto.

“Devo aceitar o pagamento adiantado e cancelar como uma
solicitação que falhou?”

Snap.

Na medida em que mais fios se rompiam, o corpo do homem
abaixava mais e mais, e sua respiração se tornou cada vez mais
instável. Finalmente, quando restaram apenas alguns fios
grudados no teto, olhei casualmente o rosto pálido do homem e
lhe perguntei:

“Senhor, o que você pensa de apenas morrer agora, de
forma rápida e limpa? Você não tem que me dizer o que eu
te perguntei.”

Com essas palavras, meu assento começou a se contorcer com
força de novo.

“Mph! Mph…!”

A forma como me olhava era um pouco diferente de antes. Ele
sentiu meus verdadeiros sentimentos quando eu disse isso?

 

Acho que ele estava finalmente pensando em falar. Tirei a
amarra que estava tampando sua boca.

“Os… Os documentos estão escondidos no…”

Ele se estremeceu enquanto respondia à pergunta que eu havia
feito antes.

Na realidade, eu havia concordado em deixar que meu cliente
acabasse com este homem no final, então sinceramente, não
tinha intenção de matá-lo eu mesma. Mas o homem não sabia
disso, então estava frenético.

O brilho do pôr-do-sol reluzia através da grande janela que
ocupava um lado da parede e projetava um brilho avermelhado
que chegava até onde eu estava.

Parece que hoje poderia ir para casa cedo; o homem era mais
covarde do que eu pensava.

***

Não muito depois, eu estava sozinha, caminhando pela estreita
rua que levava até minha casa.

Enquanto minha mente divagava, me dei conta de que ainda
não havia jantado. Quando chegar em casa, deveria fazer algo
para mim.

De repente, notei uma senhora caminhando na minha frente,
levando uma carga pesada. Eu não vi mais ninguém por perto.
Então mudei de direção e caminhei até a senhora idosa que
estava na minha linha de visão.

“Vovó, deixe-me ajudá-la com isso.”

 

“Oh Deus, mas está pesado.”

Não senti que essa quantidade de peso fosse excessiva porque
meu corpo havia se fortalecido no instituto de pesquisa. E se
fosse necessário, podia estender um fio da minha mão para
sustentar o peso. Eu era capaz de manipular o comprimento e
a espessura de qualquer fio que puxasse.

“Obrigada, querida. Cheguei aqui rapidamente por sua
causa. Aqui está uma coisinha para você comer.”

Graças ao caloroso coração da velha senhora, consegui duas
maçãs inesperadas.

“Obrigada, vovó.”

Honestamente, não o fiz porque sentisse um grande respeito
por pessoas mais velhas ou porque tivesse uma moral ou ética
muito alta.

Toda vez que aceitava um pedido, tentava fazer algo bom,
mesmo que fosse algo pequeno. Embora fizesse meu trabalho
para ganhar a vida, é claro, eu era consciente de que meu
trabalho não era exatamente bom. Então isso foi algo que decidi
como resultado. No entanto, não posso dizer que me sentia
culpada por fazer esse tipo de trabalho.

<<<<<<<<<

Um tempo depois, voltei para casa e me preparei para um jantar
bastante tardio. Ia comer um sanduíche simples feito com pão
integral que havia comprado pela manhã, alface fresco, tomate,
molho e bacon.

 

Na realidade, depois dos experimentos no instituto, meu corpo
foi capaz de sobreviver sem consumir nutrientes, mas, mesmo
assim eu comia as três refeições do dia, todos os dias, quando
era possível.

Peguei os ingredientes na cozinha e estava prestes a começar
a cozinhar (eu sei que você não pode realmente chamar isso de
cozinhar), então de repente me lembrei de algo e estendi a
minha mão para a janela.

Um fio branco translúcido estendeu-se à minha vontade e a
ponta do fio afundou na cortina.

Swoosh!

Fiz um leve gesto e o fio se moveu, deslizando as cortinas ao
longo da janela. Eram cortinas escuras com blecaute
especialmente encomendadas, assim minha casa foi
imediatamente mergulhada na escuridão.

 

Logo, enviei um fio na outra direção e acendi a luz. É claro, não
havia eletricidade nesse lugar, então a luz não era real. Era algo
feito pelos alquimistas do leste.

 

Os itens domésticos, como refrigeradores para congelar e
armazenar comida, ou elementos para aquecer a comida como
um fogão a gás, todos foram trazidos à vida pelos alquimistas
orientais. Claro, esses itens pareciam muito diferentes dos itens
modernos que eu conhecia, mas seus usos eram semelhantes.

 

Eles eram muito fáceis de usar e seus efeitos eram
semipermanentes, então mesmo que os alquimistas houvessem
vendido a um nobre por um preço alto, eles teriam tirado a sorte

 

grande. Porém, o primeiro alquimista que fez esses itens, os fez
em abundância e os distribuiu por um preço baixo.

Graças a isso, era comum ver esses itens entre os cidadãos
comuns como eu. Apena como referência, esse grande
alquimista era um dos protagonistas masculinos do romance.

É claro que ele era. Faria sentido que ele não tivesse tanto peso
no romance quando era tão grande? Os itens que foram
colocados no mercado tinham a gravação “DS”, uma
abreviatura de seu nome.

Quero dizer, ele não era meu personagem masculino preferido
do romance, claro, mas ainda assim foi graças a ele que a vida
ficou mais fácil, então, depois de elogiá-lo um pouco, voltei a
fazer meu sanduíche.

Enquanto isso, os ingredientes espetados no fino fio de prata,
balançavam no ar.